Fotos recolhidas da net

Play Rádio saudade

Web Rádio "Saudade Sertaneja"
Cidade de Bauru, Estado de São Paulo, Brasil
Transmirindo:
Data: ,
Horário de Brasília

Domingos, das 08h00 às 12h00, "SAUDADE SERTANEJA" com Tião Camargo, em cadeia com a CANAL MAIS FM de Bauru

Seguidores

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Tião Carreiro e Pardinho ou Peão Carreiro e Pardinho

TIO_CA~1 PEO_CA~1 Pardinho


78 RPM
(1961) Sertanejo PTJ-10.231-a
Artista(s):
Tião Carreiro e Pardinho
Fonogramas:
1. Prece de Amor
    (Sebastião Victor / Pardinho)
    Guarânia
2. Mundo Véio Sem Porteira
    (Teddy Vieira / Lourival dos Santos / Zé Carreiro)
    Pagode

Meus caro colaboradores e visitantes, estou postando esse disco gravado 1m 1961 em 78 rpm. Em diversos site, inclusive www.memoriamusical.com.br, como sendo Tião Carreiro e Pardinho, mas o disco saiu, na época, como sendo Peão Carreiro e Pardinho, dizem que foi erro de grafia, mas para mim foi o Peão mesmo quem gravou. Baixe e ouçam para podermos, com a ajuda de vocês, sanar de vez essa dúvida. Preste atenção na música "Prece de Amor"; a voz é do Peão Carreiro, principalmente quando canta sozinho.

DOWNLOAD

3 comentários:

  1. Amigo Tião! Olha ouvi várias vezes e notei que a vóz é do Tião Carreiro, talvez o timbre por ele ser novo na época esta diferente! A vóz do Peão é mais leve enquanto que a do Tião era apesar de grave era suave e com vibratos lindos! Um abraço Tião Camargo! Tony de Curitiba

    ResponderExcluir
  2. Amigo Tião! Olha ouvi várias vezes e notei que a vóz é do Tião Carreiro, talvez o timbre por ele ser novo na época esta diferente! A vóz do Peão é mais leve enquanto que a do Tião era apesar de grave era suave e com vibratos lindos! Um abraço Tião Camargo! Tony de Curitiba

    ResponderExcluir
  3. Companheiro Tião Camargo, de fato não é erro de impressão, o disco 78 rpm (que alias eu tenho) realmente é Peão Carreiro e Pardinho, gravarão esse unico disco, a historia de como eles se juntaram é bem curiosa, envolve até o Carreirinho nesse meio, mais ai é assunto pra mais tempo.
    Grande abraço

    Lúcio Viola

    ResponderExcluir