Fotos recolhidas da net

Seguidores

Play Novo

Web Rádio "SAUDADE SERTANEJA, transmitindo de Bauru/SP, Sob Direção Geral de Tião Camargo

domingo, 27 de novembro de 2011

Livro Sorocabinha

Paixão do sertanejo Sorocabinha pelas modas de viola grava o primeiro disco em 1929, com a “Turma Caipira de Cornélio Pires”.

Lançamento: 29 de novembro de 2011

Horário: 18:30 horas às 21:30

Local: Livraria da Vila, rua Fradique Coutinho, 915 – Vila Madalena – São Paulo

As notícias nos jornais de 1929 eram sobre a música sertaneja de raiz, do folclore paulista. Cornélio Pires investira na produção independente dos discos com a “Turma Caipira Cornélio Pires”.

Foi para atender ao pedido de Cornélio que Olegário José de Godoy – Sorocabinha, violeiro de Piracicaba, organizou um grupo com vários músicos para fazer parte dessa Turma. Com o sucesso de vendas do primeiro disco 78 rpm gravado pela Turma, as gravadoras tiveram grande interesse em lançar outros discos do gênero. Estes e outros fatos mais marcantes são contados por Maria Immaculada da Silva, filha do violeiro e autora do livro Sorocabinha.

O personagem central Sorocabinha viveu 100 anos e passou por várias fases na evolução do disco e do rádio, chegando também a participar do filme Vamos passear?, de Cornélio Pires. Com Mandy (Manoel Rodrigues Lourenço) gravou 70 discos, produzidos por RCA-Victor, Odeon, Columbia e Parlophon. Essa dupla sertaneja tornou-se uma referência para as novas duplas que se formaram depois, como Tonico e Tinoco.

O livro contém muitas informações que podem ser utilizadas por pesquisadores, por reviver o período inicial da história da música sertaneja de raiz. Traz também ilustrações, fotos de época restauradas e texto atualizado e revisto pela nova ortografia.

Vinte músicas, entre elas modas de viola e desafios, foram restauradas e remasterizadas digitalmente para compor o CD de áudio que acompanha o livro Sorocabinha.

clip_image002[8] clip_image002[10]

Enviado pelo Escritor Israel Lopes

Site: www.sorocabinha.com.br

Contato: contato@sorocabinha.com.br / Fone: (11) 3032 0132

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Saudade Sertaneja (Volume 28)

ranchofundo

Google imagens

  1. A Guerra da Espanha (Madi) - Mandi e Sorocabinha (1939)
  2. A Pipa está no Morro (João Batista) - Mariano e Luizinho (1940)
  3. Briga na Famia (Cunha Júnior) - Nhô Nardo e Cunha Júnior (1940)
  4. Burro Inocente (Lambari e Laranjinha) - Lambari e Laranjinha ( 1939)
  5. Caipira Namorador (Raul Torres e Serrinha) - Raul Torres e Serrinha (1940)
  6. Coco Baiano (Mariano) - Mariano e Luizinho (1940)
  7. Meu Boi Barroso (Mot Popular) - De Moraes, Antenógenes Silva e Antoninho (1940)
  8. Minha História (Flauzino e Florêncio) - Flauzino e Florêncio (1940)
  9. Moda da Cidade (Antenógenes Silva) - De Moraes, Antenógenes Silva e Antoninho (1940)
  10. Moda da Moeda (Alvarenga) - Alvarenga e Bentinho (1938)
  11. Moda do Adomadô (Cunha Júnior) - Nhô Nardo e Cunha Júnior (1939)
  12. Musga Estrangêra (Alvarenga, Ranchinho r Chiquinho Salles) - Alvarenga, Ranchinho e Antenógenes Silva (1939)
  13. Não Compreendo Teu Amor (Cunha Júnior) - Nhô Nardo e Cunha Júnior (1940)
  14. No Morro do Jaraguá (João Batista) - Mariano e Luizinho (1940)
  15. Peão Apaixonado (Alvarenga) - Alvarenga e Ranchinho (1938)
  16. Solidão de Mineiro (Ary Machado e Nhô Nardo) - Nhô Nardo e Cunha Júnior (1940)
  17. Última Seresta (Antenógenes Silva) - Antenógenes Silva (1938)
  18. Vinte e Cinco Amor Que Eu Tive (R. Torres) - Raul Torres e Serrinha (1938)

DOWNLOAD

domingo, 13 de novembro de 2011

Pedro Henrique e Leonardo

Pedro Henrique e Leonardo 10Pedro Henrique e Leonardo 11Pedro Henrique e Leonardo 12

Taí mais uma jovem dupla que promete e merece ser prestigiada e incentivada. Os garotos são da Cidade de Ribeirão Preto, filhos do nosso amigo Leônidas Trindade, que nos enviou e disponibilizou o CD para download. Mas para adquirir o CD original é só pedir pelo endereço de email e telefones que aparecem na contracapa do álbum.

DOWNLOAD

sábado, 5 de novembro de 2011

Morre Osmano

Morreu na tarde desse domingo (30), Osvando Noronha, o Osmano da dupla Osmano e Manito. O corpo do cantor e compositor foi velado na cidade de Lagoa Formosa onde ocorreu o sepultamento no Cemitério Municipal. Amantes da música sertaneja lamentam a morte do cantor que fez sucesso nas décadas de70 e 80.
Osmano deu entrada no Hospital São Lucas na última terça-feira (25) com um quadro de insuficiência renal aguda. Ele passou por hemodiálise, mas em seguida teve uma parada cardíaca. Mais tarde, o cantor teve uma Acidente Vascular Cerebral (AVC) e os médicos confirmaram a morte cerebral de Osmano.
Desde quinta-feira, o cantor permanecia internado na UTI do Hospital São Lucas. Na tarde desse domingo (30), Osmano faleceu. O irmão e parceiro de dupla, Manito, lamentou a morte, mas se mostrou conformado. “É um momento de tristeza e alegria ao mesmo tempo porque estamos sendo confortados pela palavra de amigos”, declarou.
A dupla Osmano e Manito completaria 50 anos de carreira em 2012. Os sertanejos fizeram sucesso nas décadas de 70 e 80 com canções como “Escuta Minha Canção”, o maior sucesso da dupla, “Boiadeiro Errante”, “Mourão da Porteira”, “Boiadeiro de Goiás”, “Viola de Pinho”, “Meu Sertão é Saudade” e “Passa a Bandeira no Povo”. A dupla gravou 12 discos por diferentes gravadores e fez sucesso nos quatro cantos do país.

Comercial dos Idosos

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Inscrições abertas para aulas de Viola e Violão

O Clube da Viola de Bauru através do Projeto “Acordes de Viola” integrante do “Ponto de Cultura” do Ministério da Cultural e Secretaria de Cultura da Prefeitura de Bauru, abre novas inscrições para novas turmas de aulas de violão e violão. As aulas serão ministradas às terças-feiras na Sede do Clube, na Rua Rui Barbosa, 17-51, no Jardim Bela Vista (CSU), local onde deverão ser feitas as inscrições, no dia 07/11/2011, das 14h00 às 18h00. São 5 vagas para violão iniciante, turma das 15h00, dez vagas para viola, turmas das 16h00 e 5 vagas para violão, turmas das 17h00. Interessados deverão levar documento de identidade com foto recente. Informações pelos telefones (14) 9748-6106, 3234-3195. Não fazemos inscrições, nem reservamos vagas por telefone.

Banner horizontal

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Saudade Sertaneja (Volume 27)

CPIA_D~1

Foto do blog (http://coisasefuxicos.blogspot.com)

  1. A Milagrosa Nossa Senhora (Zé Rosa e Pirassununga) Tonico e Tinoco (1957, 78 rpm)
  2. A Mulher do Canoeiro (Elpídio dos Santos e Anacleto Rosas Jr.) Sulino e Marrueiro (1949)
  3. Ave Maria (Serrinha e Aristide de Santi) Serrinha e Caboclinho (1947)
  4. Borda da Mata (Zé Pagão e Zé Mané) Zé Mané e Zé Pagão (1943)
  5. Caipira Brasileiro (Perreirinha e Rancheiro) Rancheiro e Rancheirinho (1954)
  6. Campeiro de Mato Grosso (Zé Pagão e Juvenal Rodrigues) Zé Pagão e Nhô Rosa (1952)
  7. Cavalo Corta Vento (Raul Torres e Geraldo Costa) Raul Torres, Florêncio e Nininho (1954)
  8. Céu de Minas Gerais (Sininho) Sininho e Sinhô 1960
  9. Contando Fita (Raul Torres e João Pacífico) Raul Torres e Serrinha (1940)
  10. Destino (Zé Goiás e Bragantino) Zé Goiás e Roxinho (1961)
  11. Entre na Roda (Ariovaldo Pires e Mauregi Neto) Lauripe Pedroso (1961) Instrumental
  12. Eu Gosto de Você (Zé Caboclo) Zé Caboclo e Zé Caboclinho (1963)
  13. Lencinho da Lembrança (Zé do Prado) Trio Mensageiros do Sertão (1960)
  14. Moro na Roça (J.S. Andrade e Mariano da Silva) Mariano e Joanico (1941)
  15. Oi Sabiá (Caxangá e Jadir Ambrósio) Caxangá e Sanica (1954)
  16. Os Carinhos do Meu Bem (Serrinha) Zé Viola e Mané Tapera (1947)
  17. Romance Desfolhado (Torrinha e Zé Carreiro) Zé Carreiro e Carreirinho (1956)
  18. Violeiro desprezado (Zulmiro e Carreirinho) Zulmiro e Carreirinho (1945)

DOWNLOAD