Fotos recolhidas da net

Seguidores

Play Novo

Web Rádio "SAUDADE SERTANEJA, transmitindo de Bauru/SP, Sob Direção Geral de Tião Camargo

segunda-feira, 29 de março de 2010

Almir e Altair (1980)

  1. Pássaro Preto (Almir e Goiá)
  2. Bandido de Santa Amália (Almir e Augusto Toscano)
  3. Adeus Recanto de Minas (Almir e Plínio Alves)
  4. Juras de Um Amor Distante (Antonio B. Cintra Sobrinho)
  5. Patrocínio, Terra Querida (Almir e Marrequinha)
  6. Destinos Diferentes (Almir e Luiz de Castro)
  7. Idade da Pedra (Almir e Paracatu)
  8. Escada da Vida (Almir e Wanderley Gonçalves)
  9. Amigo Noventa (Almir)
  10. Alma Gêmea (Almir e José M. Magalhães)
  11. Migalhas de Amor (Almir, Altair e Aglair)
  12. Gente Desse Planeta (Almir e Goiá)
DOWNLOAD

CREDITO: Goiano

domingo, 28 de março de 2010

Saudade Sertaneja – Volume 11

  1. A Jurity (Mariano e Caçula) Marinao e Caçula (1932)
  2. A Lei das Sete Muié (Cunha Júnior) Nhô Nardo e Cunha Júnior (1939)
  3. A Pinga Não Presta (Sorocabinha) Mandi e Sorocabinha (1933)
  4. Bairrinho Revoltoso (Zico Dias e Ferrinho)  Zico Dias e Ferrinho (1932)
  5. Bananeira (Raul Torres) Raul Torres e Seu Conjunto de Baitacas (1932)
  6. Bigode Raspado (Cornélio Pires) - Mariano e Caçula (1930)
  7. Eu Escrevi o Teu Nome (Raul Torres) Raul Torres e Serrinha(1938)
  8. Festança no Tietê ''Marvada Pinga'' (Laureano e Raul Torres) Raul Torres e Serrinha (1937)
  9. Imposto do Sortero (Flauzino e Florêncio) Flauzino e Florêncio (1939)
  10. Meu Noivado (João Pernambuco, Versos de Folclore) Jararaca e Zezinho (1930)
  11. O Casamento da Turquinha (Lambari e Laranjinha) Lambari e Laranjinha (1936)
  12. O Corvo e a Raposa (Mandi) - Mandi e Sorocabinha (1932)
  13. O Rico e o Pobre (Sorocabinha) Mandi e Sorocabinha (1937)
  14. Patacoadas (Mandi) Mandi e Sorocabinha (1935)
  15. Pra Cantá Gostoso (Mandy) Mandi e Sorocabinha (1938)
  16. Prá Morde Namoração (Ascendino Lisboa) Raul Torres e Ascendino Lisboa (1932)
  17. Saudade de Rio Preto (Flauzino e Florêncio) Flauzino e Florêncio (1939)
  18. Violeiro Casado (Raul Torres) Raul Torres e Serrinha (1938)
DOWNLOAD

sexta-feira, 26 de março de 2010

Tião Canhoto e Maurinho

Tardes Morenas de Mato Grosso (Goiá e Valderi) Tião Canhoto e Maurinho.

Pessoal, não conheço essa dupla, quem tiver informações para nos enviar, ficaremos muito grato.

Zé Garoto e Zé Eduardo

Tudo Certo (Moacyr dos Santos e Tião Carreiro) com Zé Garoto (da dupla Zé Garoto e Timboré) e Zé Eduardo (da dupla com Paulo Cruz, esse de frente, na porta, ao fundo)

quarta-feira, 24 de março de 2010

Paulo Cruz e Zé Eduardo – Festa do Milho em Brotas

Apenas um trechindo da música “Boiadeiro é Boi Também” com Paulo Cruz e Zé Eduardo na Festa do Milho de Brotas, em 21/03/2010. Grande dupla; belíssima apresentação.

terça-feira, 23 de março de 2010

Zeca e Zico Filho (IV Festa do Milho de Brotas)

Apresentação de Zeca e Zico Filho na IV Festa do Milho da Cidade Brotas em 21/03/2010. Dessas duas lindas mulheres, a de blusa preta (mais preta) é minha, viu!

Salim e Zé Vitor – Volume IV

capa

verso

  1. Hei (J. Inglesias G. Belfiori M. Balducci)
  2. Um Sonho (Senador e Zé Vitor)
  3. Amor de Todo Jeito (Peão Carreiro eZé Paulo)
  4. Morena dos Olhos Pretos (Sulino e Ado Benatti)
  5. Felicidade (Raul Torres)
  6. Resposta do Caminheiro (Jack e Vicente P. Machado)
  7. Fonte Exclusiva (Praense e Paraiso)
  8. Blusa de Seda (Gilson Carlos e Sebastião Ferreira da Silva)
  9. Porão da Vida (Praense e Pião Carreiro)
  10. Noite de Natal (Rei Gaspar e Patrão de Minas)
  11. Pagode do Pescador (José Fortuna e Paraiso)
  12. Escada Velha (Miguel Tonoli)
  13. Quadro da Saudade (Antonio Teodoro e Salim)
  14. Recanto Feliz (Valdemar Reis)
  15. Ultimo Adeus (José Fortuna e Jose Fernandes)
  16. De Volta ao Passado (Claudio Paschoaline e Zé Vitor)

DOWNLOAD

CREDITO: Walter Guederoli “Mocotó” Santo André

segunda-feira, 22 de março de 2010

4ª Festa do Milho de Brotas

A Festa do Milho de Brotas foi, sem dúvida, um grande sucessos. Passaram por lá grandes nomes da Música Sertaneja. Fizemos alguma fotos e gravamos algumas apresentações, não foi possível gravar todo mundo. Estamos postando hoje alguma fotos e alguns e dois vídeos. Durante a semana postaremos mais algumas coisas, principalemente porque precisamos identificar algumas pessoas que estão nos videos e nas fotos.

Leide e Laura – A Força do Amor (Jesus Belmiro e Paraíso)

Grupo Catira Brasil – Mineiro de Monte Belo (Lourival dos Santos e Serrinha)

DSC01252

Paraíso, Tião Camargo e Mococa

DSC01253

Zico Filho, Tião Camargo e Zeca

DSC01255

Tião Camargo, o compositor Rubens Simões e Valdir apresentador do evento

DSC01264

Zé Eduardo, Zeca e Paulo Cruz e Elenir, empresária da dupla Paulo Cruz e Zé Eduardo de Jundiaí

DSC01276

Grupo Fuego Contry de Brotas

(14) 96017102

DSC01262

Luiz Fernando, Tião Camargo e João Pinheiro

DSC01270

Zé do Cedro, Hamilton Menecheli de Duartina e Tião do Pinho.

DSC01278 Nenê Carlos de Duartina, Zé do Cedro e Hamilton Menecheli também de Duartina.

DSC01271Zé do Cedro, Tião Camargo e Tião do Pinho

DSC01277

Dona Marisa e o Esposo Jorge (Seu Madruga) de Bauru

DSC01280

Nenê Carlos, Ademar Braga, Tião Camargo e Hamilton Menecheli.

DSC01291 Claro, não poderia me esquecer da Bete, minha esposa

DSC01287

Rubens Simões ladeado pela dupla João Carlos e Maurício

DSC01305

Joãozinho, Hamilton Menecheli, Muniz Teixeira Galhardi.

DSC01314 Belmonte, Tião Camargo e Amaraí

DSC01317

Laura, Hamilton Menecheli e Leide

DSC01321 Ana Menecheli, Laura e Leide

DSC01315Valderi, Tião Camargo e Janel

Valderi na ex-dupla com Mizael (Falecido) e Janel da ex-dupla Julinho e Janel.

DSC01316  Laura, Tião Camargo e LeideDSC01318

Valderi, Hamilton Menecheli e Janel

DSC01330

Gautupê, Tião Camargo e Guaratuba

DSC01329

Gautupê, Hamilton Menecheli e Guaratuba

quarta-feira, 17 de março de 2010

Tião Carreiro e Carreirinho (1962) Meu Carro é Minha Viola

Depois ter gravado seu primeiro LP – Rei do Gado - com o Pardinho em 1961, aconteceu a segunda separação da dupla Tião Carreiro e Pardinho – a primeira foi em 1957 quando a dupla ainda era Zé Mineiro e Pardinho – o Tião Carreiro, novamente, se juntou ao Carreirinho e gravaram este “Meu Carro é Minha Viola” em 1962.

[back-cover-tc.jpg]

  1. O beijo – Carreirinho
  2. Adeus São Paulo - Tião Carreiro e Carreirinho
  3. Boi cigano - Tião Carreiro e P. Carreiro
  4. Coração do Brasil – Carreirinho
  5. Viva quem ama – Carreirinho
  6. Triste caminho - Tião Carreiro
  7. Remorso – Carreirinho
  8. Terra roxa - Teddy Vieira
  9. A viola e o violeiro - Tião Carreiro e Lourival dos Santos
  10. Minha História - Nonô Basílio e Tião Carreiro
  11. Meu carro é minha viola - Carreirinho e Mozart Novaes
  12. Falsa ilusão – Pimentel
  13. Saudade de minha terra - Tião Carreiro e Mário Guido Angeli
  14. Riqueza do Brasil - Tião Carreiro e Zorinho
  • As músicas (o Beijo, Terra Roxa, A Viola e o Violeiro, Falsa Ilusão) também foram lançada em 78 rpm no mesmo ano de 1962

DOWNLOAD (192 Kbps)

CRÉDITO: http://viola-divina.blogspot.com

terça-feira, 16 de março de 2010

Paulo César e Amorim – Preservando a Natureza

capaverso

  1. Geração Maluca (Benedito Seviero e Paraiso)
  2. Paixão de Caminhoneiro (Jesus Belmiro e Paraiso)
  3. Estrela do Amor (Praense e Pinhalão)
  4. Boiada da Saudade (Jesus Belmiro e Paraiso)
  5. Acidente de Amor (Zé Batuta e Nhó Chico)
  6. Chave de Ouro (Paraiso)
  7. Prosas de Rodeio (Jesus Belmiro e Paraiso)
  8. Museu do Meu Sertão (Amorim Luiz de Castro e Paulo Cesar)
  9. Detetive do Alem (Moacir dos Santos e Paraiso e Tião do Carro)
  10. Estiagem (Benedito Seviero e Paraiso e Aluisio Braga)
  11. Pais do Coração (José Fortuna e Parsiso)
  12. Atriz Principal (Amorim e Paraiso)
  13. Minha Viola Chora (Paraiso)

DOWNLOAD

CREDITO: Walter Quederoli “Mocotó”

Esclarecendo sobre Tião Carreiro e Pardinho em 78 RPM

Alguma pessoas enviaram e-mail sobre a listagem da músicas de Tião Carreiro e Pardinho em 78 rpm que postamos aqui no blog.

  1. Deixei claro que não estava disponibilizando a lista para download, com exceção das músicas com João Carreiro e Pardinho.
  2. As gravções em 78 rpm, principalmente na Música Sertaneja, foram feitas até 1964. A maioria das músicas gravadas em LP, também era gravada em 78 rpm, uma vez que poucas pessoas posuíam tocadisco de 33 rpm, que na época custava muito caro. Algo bem parecido quando surgiu a Fita Cassete, o CD e agora MP3. No começo dos anos 90, algumas gravações saíam em LP, Fita Cassete e CD. Foi uma estratégia para não perder consumidor.
  3. As músicas “Cavaleiros de Bom Jesus” e “Resposta do Bombardeio” foram gravadas apenas em 78 rpm, em 1956.
  4. As demias – Alma de Boêmio, por exemplo (1960 78 rpm, 1961 e 1973) – indica que foi gravada em 1960 em 78 rpm e a mesma gravação saiu nos LPs de 1961 e 1973.
  5. A música “Nove e Nove”, foi garvada em 1960 em 78 rpm e a mesma gravação saiu nos LPs de 1960, 1961, 1975, 1976 e 1979.
  6. Curiosamente, a música “Minha História de Amor” foi gravada em LPs (33 rpm) em 1963 e, posteriormente, em 1964, foi lançada em 78 rpm.
  7. Eu tive que ouvir e comparar todas as gravações para saber se era a mesma gravação ou uma regração.
  8. Se alguém perceber algum engano, que pode, sim, ter acontecido, entre em contado conosco.

Um abraço!

Tião Camargo.

segunda-feira, 15 de março de 2010

Tião Carreiro e Pardinho (78 rpm)

Penso que nunca vamos saber, realmente, a verdadeira história de Tião Carreiro e Pardinho, principalmente o início da carreira deles. Há quem diga que nas primeiras gravações feitas em 1956 (Cavaleiros do Bom Jesus, Boiadeiro Punho de Aço, Resposta do Bombardeiro e Urutu Cruzeiro) o nome da dupla era Zé Mineiro e Pardinho e que José Dias Nunes recebeu o pseudônimo de Tião Carreiro quando passou a cantar com o Carreirinho em 1957.

As músicas Caboclo no Cassino, Moreninha de Goiás, Ultima Pescaria e Valentão que no próprio site oficial do Tião Carreiro aparecem como João Carreiro e Pardinho – não temos as datas -, há também quem diga que se trata de outra pessoa; não era o Tião Carreiro. Até já me mostraram uma foto de um mulato gordo – que não era o Tião Carreiro – como sendo o tal João Carreiro, que gravou dois disco 78 rpm com o Pardinho. Ouvindo as músicas, uma delas - Caboclo no Cassino – até parece bem com a voz do Tião Carreiro, as demais, nem tanto; parece realmente se tratar de outro cantador.

A música Mundo Veio Sem Porteira, ganhei do meu amigo Toninho do Disco de Lençóis Paulista, com sendo Peão Carreiro e Pardinho. Ouvindo a música parece realmente tratar-se de Peão Carreiro e não Tião Carreiro.

Não temos as gravações originais das músicas Boiadeiro Punho de Aço e Urutu Cruzeiro, gravadas em 1956. Urutu Cruzeiro foi gravada duas vezes em 78 rpm, temos a segunda gravação de 1963.

Abaixo, mostramos a lista das músicas de Tião Carreiro e Pardinho gravadas em 78 rpm, sendo que, com exceção das músicas de 1956, todas foram lançadas em LP, mas mantendo a gravação original do 78 rotações.

Vamos disponibilizar para download, apenas as músicas João Carreiro e Pardinho e aquela que acreditamos ser Peão Carreiro e Pardinho, para ver se tiramos as dúvidas.

Com a palavra os internautas conhecedores da história de Tião Carreiro e Pardinho...

  1. Cavaleiros de Bom Jesus (T. Vieira e João Alves Mariano) (1956, 78 rpm, 1ª grav.)
  2. A Resposta do Bombardeio (Celso Duarte e Moacyr dos Santos) (1956 78 rpm)
  3. Alma de Boêmio (T. Carreiro e Benedito Seviero) (1960 78 rpm, 1961 e 1973) C. Sertãozinho e Nhá Neide
  4. Amigo Sincero (Tião Carreiro e Sebastião Victor) (1960 78 rpm, 1960, 1961)
  5. Borboleta de Asfalto (Tião Carreiro) (1960, 78 rpm, 1961 e 1968 LPs)
  6. Casa Branca da Serra (Tião Carreiro e José Russo) (1960 78 rpm, 1960, 1964)
  7. Falsidade (Sebastião Victor e Tião Carreiro) (1960 78 rpm, 1960, 1968)
  8. Nove e Nove (Tião Carreiro, Lourival dos Santos e Teddy Vieira) (1960, 1960, 1961, 1975, 1976 e 1979)
  9. Punhal da Falsidade (Teddy Vieira e Tião Carreiro) (1960 78 rpm, 1960, 1961, 1964 e 1973)
  10. Tormento (Sebastião Victor e Pardinho) (1960 78 rpm, 1960, 1961, LP)
  11. Pagode Em Brasília (Lourival dos Santos e Teddy Vieira) (1960 78 rpm, 1961, 1973, 1977 e 1979)
  12. Carteiro (Tião Carreiro, Sebastião Victor e Carreirinho) (1961 78 rpm, 1961, 1973 e 1979)
  13. Despedida (Tião Carreiro e Valdir Alves) (1961 78 rpm, 1961 e 1973)
  14. Minas Gerais (Tião Carreiro e Pardinho) (1961 78 rpm, 1961, 1968 e 1976)
  15. Prece de Amor (Sebastião Victor e Pardinho) (1961 78 rpm, 1964)
  16. Urutu Cruzeiro (Carreirinho e Paulo Calandro) (1961 78 rpm, 1961, 1968 e 1978)
  17. Bi-Campeão Mundial (Teddy Vieira e Zé Carreiro) (1962 78 rpm, 1963, 1972 e 1979)
  18. Doce Ilusão (Nízio e Mário Agnaldo) (1962 78 rpm, 1963 e 1972)
  19. Pagode (Tião Carreiro e Carreirinho) (1962 78 rpm, 1967 e 1975)
  20. Bebendo Prá Esquecer (Tião Carreiro e Nízio) (1963 78 rpm, 1963 e 1972)
  21. Caboclo no Cassino (Tião Carreiro e Teddy Vieira) (1963 78 rpm, 1963 e 1972)
  22. Cantar da Siriema (Zacarias Mourão, Nhô Victor e Nízio) (1963 78 rpm, 1964)
  23. Geada do Paraná (Teddy Vieira) (1963, 78 rpm)
  24. Guarda Judeu (Marrueiro e Anízio Teodoro) (1963 78 rpm, 1963 e 1972)
  25. Passagem de Minha Vida (Pardinho e Carreirinho) (1963 78 rpm, 1963, 1972 e 1973)
  26. Rei Sem Coroa (Tião Carreiro e Sebastião Victor) (1963 78 rpm, 1963, 1972 e 1977)
  27. Tudo Certo (Tião Carreiro e Moacyr dos Santos) (1963 78 rpm, 1963, 1972, 1973 e 1979)
  28. Fujo de Ti (Waldick Soriano e Jorge Gonçalves) (1964 78 rpm, 1964)
  29. Minha História de Amor (Carreirinho e Armando Rosas) (1964 78 rpm, 1963, 1968, 1972 e 1978)
  30. O Mineiro e o Italiano (Teddy Vieira e Nelson Gomes) (1964 78 rpm, 1964, 1973, 1978 e 1981)
  31. Quem Ama Não Esquece (Tião Carreiro e Carreirinho) (1964 78 rpm, 1964)
  32. Mundo Véio Sem Porteira (Lourival dos Santos, Teddy Vieira e Zé Carreiro) (1961 78 rpm)

  1. Caboclo no Cassino (João Carreiro e Teddy Vieira) - João Carreiro e Pardinho (78 rpm)
  2. Morena de Goiás (João Carreiro e Teddy Vieira) - João Carreiro e Pardinho (78 rpm)
  3. Última Pescaria (João Carreiro e Teddy Vieira) - João Carreiro e Pardinho (78 rpm)
  4. Valentão (Teddy Vieira e João Carreiro) - João Carreiro e Pardinho (78 rpm)
  5. Mundo Véio Sem Porteira (Lourival dos Santos, Teddy Vieira e Zé Carreiro) - Tião Carreiro e Pardinho (1961 78 rpm) Ou Peão Carreiro e Pardinho
DOWNLOAD

Salim e Zé Vitor – Volume 2

capa

verso

  1. Nem Thum (Maracaí e Piracelmo)
  2. Filho da Liberdade (Domiciano e Cássio)
  3. O Bicho Pegou (Domiciano e Cássio)
  4. Eterna Primavera (Praense)
  5. Violeiro Apaixonado (Alcino Alves e Rossi)
  6. Despedida de Solteiro (Zé Carreiro e José Fortuna)
  7. Mulher da Noite (Cláudio Paschoalini e Salim)
  8. Bom de Cama (João de Paula, Salim e Zé Vitor)
  9. Oi, Saudade (Salim e Zé Vitor)
  10. Armadilha (Paulo Azarias e Praense)
  11. Se o Passado Voltasse (Sulino e Quintino Elizeu)
  12. Contraste (Praense e Cláudio Balestro)
  13. Correndo Por Fora (Cláudio Paschoalini e Zé Vitor)
  14. Mania Sertaneja (Paulo Azarias e Praense)
DOWNLOAD

CREDITO: Walter Quederoli

sábado, 13 de março de 2010

Nerino e Nivaldo

Nerino e Nivaldo - Capa 

Nerino e Nivaldo - Contracapa

Este CD foi lançado pela Tocantins como sendo uma Dose Dupla , ou seja, músicas de dois disco num só, mas na verdade, trata-se de uma coletânea com faixas de 5 disco da Nerino e Nivaldo. Foi enviado pelo nosso amigo, Lolo de Bauru, e digitalizado em 256 kbps. Ficou muito bom, vale a pena.

Temos algumas informações sobre a dupla Nerino e Nivaldo, o Lolo também nos passou outras, mas precisamos de uma biografia mais completa para poder colocar aqui no blog. Quem tiver e quiser colaborar com a gente ficaremos muito agradecido.

  1. Ser Pobre Não É Defeito (Nivaldo-Claudio Balestro) (1980)
  2. Pulando o Muro (Rubens e Valério) (1992, Vol.04)
  3. Jacarandá (Sulino e José Fortuna) (1985)
  4. Momentos de Amor (Nivaldo) (1985)
  5. Perdido Na Madrugada (Benedito Seviero-Scott) (1983)
  6. Bandeira Sertaneja (Sarg. Oliveira-Geraldo Lago-Nivaldo) (1980)
  7. Mulher Proibida (Nivaldo e Helinho) (1985)
  8. Berrante e Carro de Boi (Raimundo Prates e José Corsini) (1980)
  9. Doce Paixão (Nerino e Nivaldo) (1992, Vol.04)
  10. A Velha Cama (Arthur Moreira-Sebastião F. da Silva) (1983)
  11. O Bom Pirangueiro (Nerinho-Sargento Moraes) (1980)
  12. O Caminhoneiro (Nivaldo) (1983)
  13. Obrigado Mamãe (Nivaldo) (1992, Vol.04)
  14. Na Minha Opinião (Nivaldo- Maravilhoso) (1980)
  15. Que Saudade Dela (Nivaldo e Mário Rebello) (Vol. 05)
  16. A Estagiária (Tomáz e Zancopé Simões) (1985)
  17. Canção da Estreda (José Caetano Erba e Paraíso) (1985)
  18. Me Faça Sonhar Outra Vez (Fátima Leão e Elias Muniz) (Vol. 05)
  19. Perdi Você (Nivaldo) (Vol. 05)
  20. Parece Feitiço (Joel Marques e Alexandre) (Vol. 05)
  21. Acaba Sempre Em Paixão (Joel Marques) (Vol. 05)
  22. Diga Que Sim (Joel Marques e Maracaí) (Vol. 05)

DOWNLOAD

CRÉDITO: LOLO/Bauru

terça-feira, 9 de março de 2010

Dino Franco e Mouraí

Meu Deus, que saudade!

Pena que a gravação acaba antes do final da música.

 

 

 

Zé Tapera e Teodoro (1977) As Novas de

ze-tapera-As-Novas

1) Lar sem mãe - Zé da Praia/Teodoro
2) Quando morre o amor - Peão Carreiro/Otávio Pimentel
3) Calúnia - Tião Carreiro/Teodoro
4) Eu choro por causa dela - Peão Carreiro/Teodoro
5) Adeus meu amor adeus - Lindomar Castilho/Teodoro.
6) Ladrão de gato (O gato da minha prima) -Praense/Teodoro
7) Me mata com um beijo só - Peão Carreiro/Teodoro
8) Ela vai partir - Peão Carreiro/Teodoro
9) Trevas da noite - Praense/Teodoro
10) Feliz natal - Praense/Francisco A. do Carmo
11) Me deixe mulher - Peão Carreiro/Teodoro
12) Telefonista - Peão Carreiro/Serafim Costa Almeida

DOWNLOAD

segunda-feira, 8 de março de 2010

A "TEQUINOLOGIA" DO ABRAÇO

Por um matuto mineiro_

O matuto falava tão calmamente, que parecia medir, analisar e meditar sobre cada palavra que dizia...

- É... das invenção dos homi, a que mais tem sintido é o abraço.

O abraço num tem jeito di um só aproveitá! Tudo quanto é gente, no abraço, participa uma beradinha....

Quandu ocê tá danado de sodade, o abraço de arguém ti alivia..

Quandu ocê tá cum muita reiva, vem um, te abraça e ocê fica até sem graça de continuá cum reiva.....

Si ocê tá feliz e abraça arguém, esse arguém pega um poquim da sua alegria...

Si arguém tá duente, quandu ocê abraça ele, ele começa a miorá, i ocê miora junto tamém...

Muita gente importante e letrado já tentô dá um jeito de sabê purquê qui é, qui o abraço tem tanta tequilonogia, mas ninguém inda discubriu...

Mas, iêu sei! Foi um ispirto bão de Deus qui mi contô.....

Iêu vô contá procêis u qui foi quel mi falô:

O abraço é bão pur causa do Coração...
Quandu ocê abraça arguém, fais massarge no coração!...

I o coração do ôtro é massargiado tamém!

Mas num é só isso, não...

Aqui tá a chave do maió segredo de tudo:

É QUI, QUANDU NOIS ABRAÇA ARGUÉM, NÓIS FICA CUM DOIS CORAÇÃO NO PEITO!... 
INTONCE... 
UM ABRAÇU DEU PRÔ CÊ!!!!

RAMIRO VIÓLA (ramiroviola@uol.com.br)

quinta-feira, 4 de março de 2010

Zé Tapera e Teodoro (1976) Sertão do Meu Brasil

ze-tapera-76-sertao-do-meu-

1) Baiano de beija-flor - Peão Carreiro/Teodoro
2) Espinho de Juá - Peão Carreiro/Teodoro
3) O castigo do doutor - Zé Tapera/Teodoro

4) Velho ditado -
Teodoro/Vitório
5) Bolo de saravá - Teodoro/Vitório/Peão Carreiro
6) Vídeo tape da vida - Praense/Teodoro
7) O missionário - Peão Carreiro/Teodoro

8) Rei do cangaço -
Zé Tapera/Teodoro
9) Cadê você meu sertão - Peão Carreiro/Teodoro

10) Sonho do Lampião -
Peão Carreiro/Teodoro
11) Chapeú atolado -
Peão Carreiro/Carlos Alberto
12) Pegou fogo na quiçaça -
Peão Carreiro/Teodoro

DOWNLOAD

terça-feira, 2 de março de 2010

Luiz Fernando e João Pinheiro – Os Doutores Violeiros

luizfernando5

Essa jovem e excelente Dupla Caipira Raiz formada por Luiz Fernando Souza, natural de Alfenas-MG, onde nasceu no dia 02/11/1963 e por Aníbal Eugênio Vercesi Filho, nascido em Campinas-SP no dia 23/03/1972.

Luiz Fernando é Cirurgião Dentista formado pela Universidade de Alfenas-MG no ano de 1993 e reside em Salto-SP (próximo a Itu-SP), onde também exerce a Odontologia.

Luiz teve o primeiro contato com a Viola Caipira aos 17 anos, quando formou com seu conterrâneo Pedrão a dupla "Pedrão e Zé Campina".

Aníbal (o João Pinheiro) se formou em Medicina Veterinária em 1995 pela Universidade Federal de Uberlândia-MG, tendo também o Mestrado em Zootecnia e o Doutorado em Ciência Animal. Morando atualmente em Mococa-SP, atua como Pesquisador Científico na Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Anibal já havia acompanhando as Irmãs Galvão (a quem ele se refere carinhosamente como sendo as "madrinhas") e, no ano de 1999, formou dupla com Zé do Cedro, com quem gravou o CD "Um Restinho de Saudade" pela Tocantins (no ano 2000), além de uma participação no CD do Grupo Catira Brasil na faixa "Campeão Paulista" (João Pinheiro - Zé Matão).

Conforme mencionado na página dedicada à dupla Zé do Cedro e João do Pinho, João do Pinho faleceu no dia 10/10/2000 vítima de um tumor no cérebro que havia sido diagnosticado no ano de 1998. Antes porém, já ciente do problema e querendo evitar que a dupla encerrasse as atividades de forma tão brusca e em definitivo, o próprio João do Pinho convidou o jovem fã que era o Aníbal (que há mais de um ano já viajava com a dupla, acompanhando-a em algumas apresentações) para que os auxiliasse nas apresentações até a sua total recuperação, que infelizmente não aconteceu.

Zé do Cedro e João Pinheiro seguiram por algum tempo com a dupla, homenageando João do Pinho, desaparecido tão prematuramente. A nova dupla, no entanto, só durou até meados de 2003, quando cada um dos integrantes resolveu seguir caminhos diferentes.

Foi na residência de Zalo, em Mogi-Mirim-SP que Luiz Fernando e João Pinheiro se conheceram, no ano de 1998. Pouco tempo depois, separada a dupla com o Zé do Cedro, Zalo incentivou a formação da dupla "Luiz Fernando e João Pinheiro" no ano de 2002

Iniciaram então os ensaios e a seleção de repertório para gravação do primeiro CD, o qual brinda o Apreciador com belíssimas composições de autoria própria e também em parceria com excelentes Compositores e Poetas do quilate de Valdemar Reis, José Caetano Erba, Zé Matão, Luiz Faria e Goiá, apenas para citar alguns.

O primeiro CD, lançado em 2005 pela Zan-Brasidisc, com destaque para a faixa-título, que é o cururu "Desafio de um Caboclo" (Luiz Fernando - João Pinheiro - Luiz Faria) e também para a toada "Canção Do Meu Adeus" (Goiá - Zé Claudino) (com a participaçao especial do Zalo), e uma autêntica "jóia lapidada" que não pode faltar na coleção de quem realmente aprecia a autêntica Música Caipira Raiz!

luizfernando1

Luiz Fernando e João Pinheiro (2005)
Desafio de Um Cabclo

01-Desafio de Caboclo (Luiz Fernando/João Pinheiro/Luiz Faria)
02-Canção de Poeta (Valdemar Reis/João Pinheiro)
03-Em Algum Lugar do Passado (Luiz Fernando/João Pinheiro)
04-Puxa Puxa (Luiz Fernando/João Pinheiro)
05-Amor Proibido (Luiz Fernando/João Pinheiro)
06-Viola Raiz (Luiz Fernando/João Pinheiro/Luiz Faria)
07-Lembrança da Roça (José Caetano Erba/João Pinheiro)
08-Sereia do Araguia (João de Paula/João do Pinho)
09-Canção do Meu Adeus (Goiá/Zé Claudino)
10-Boiadeiro Feliz (Dito Mineiro/Pardinho)
11-Nordestino de Sorte (Zé Matão/Francisco A. do Carmo)
12-Pagode Pro Meu Povo (Luiz Fernando)
13-Ultimo Adeus da Boiada (Zé Prego/Chão Mineiro)
14-Trilhas da Viola (José Caetano Erba/João Pinheiro)

DOWNLOAD

http://gentedeminhaterra.blogspot.com

Crédito: Tunico da Viola

Já no segundo CD, intitulado "A Viola De Todos Os Tempos", Luiz Fernando e João Pinheiro resgataram autênticas Modas de Viola Raiz, com destaque para "Padecimento" (Carreirinho), "Morena do Sul de Minas" (Dino Franco - Tião Carreiro), "Boiada Cuiabana" (Raul Torres), "Violeiro Solteiro" (Zé Carreiro - Carreirinho), "Adeus, Campina da Serra" (Raul Torres - Cornélio Pires) e a inêdita "Quatro Rosas" (Luiz Fernando - João Pinheiro), apenas para citar algumas. O segundo CD também conta com a participação especial do Grupo Caipira Raiz e da "Madrinha" Inezita Barroso.

O segundo CD, lançado em 2007 pela Vizzon Com Discos Ltda., também não pode faltar na coleção do Apreciador da genuína Moda de Viola!

LUIS FERNANDO E JO%C3%83O PINHEIRO

Luiz Fernando e João Pinheiro (2007)
Viola de Todos os Tempos

01-Padecimento (Carrerinho)
02-Campeão do Pealo (Sulino/Sebastião Victor/Teddy Vieira)
03-Palavra Maldita (Carrerinho/Flor da Serra)
04-Morena do Sul de Minas (Dino Franco/Tião Carreiro)
05-Boiada Cuiabana (Raul Torres)
06-Marca do Berrante (Teddy Vieira/Lauripedes Pedroso/Ado Benati)
07-Velho Peão (Teddy Vieira/Sulino)
08-Violeiro Solteiro (Zé Carreiro/Carreirinho)
09-Cuiabana (Ado Bennatti/Tonico)
10-Adeus Campina da Serra (Raul Torres/Cornéli Pires)
11-Triste Desegano (Zé Carreiro/Teddy Vieira)
12-Sabrina (Carrerinho)
13-Companheiro do Ferrinha (Pinheirinho/Geraldo Galdino)
14-Juramento Quebrado (Sulino/Carreirinho)
15-Quatro Rosas (Luiz Fernando/João Pinheiro)

DOWNLOAD

http://gentedeminbhaterra.blogspot.com

Crédito: Tunico da Viola

E, em 2009, a Dupla "Luiz Fernando e João Pinheiro" lançou o terceiro CD, gravado na Allegretto, intitulado "Precioso Diamante", com destaque para o Chamamé "Garça Morena Pantaneira" (Luiz Fernando - João Pinheiro), a Querumana "Peão de Ouro" (Barruzi - Luiz Fernando - João Pinheiro), o Cururu "Pescador e Violeiro" (Luiz Fernando), a Toada "A Ultima Boiada" (Luiz Fernando - João Pinheiro), o Cateretê "Caminhos Diferentes" (José Fortuna - Paraíso), o Corta-Jaca "Nos Galhos Dos Pinheirais" (Rei da Mata - Francisco A. do Carmo), além da Faixa-Título, que e o Cururu "Precioso Diamante" (Luiz Fernando) e também a regravação da inesquecível Milonga "Canção Do Soldado" (Carreirinho).

Tendo 13 faixas, com as 10 primeiras de autoria própria, o terceiro CD é, sem dúvida, outra preciosidade que não pode faltar na Coleção do Apreciador!!

CAPA

 Luiz Fernando e João Pinheiro (2009)
Precioso Diamante

01 PRECIOSO DIAMANTE (LUIZ FERNANDO)
02 GARÇA MORENA PANTANEIRA (LUIZ FERNANDO/JOÃO PINHEIRO)
03 ÚLTIMA BOIADA (LUIZ FERNANDO/JOÃO PINHEIRO)
04 PEÃO DE OURO (BARRUZI/LUIZ FERNANDO/JOÃO PINHEIRO)
05 VOLTA POR CIMA (LUIZ FERNANDO)
06 AMOR ESQUECIDO (LUIZ FERNANDO)
07 PEDRA CRISTALINA (LUIZ FERNANDO/JOÃO PINHEIRO)
08 DUPLA PAIXÃO (LUIZ FERNANDO)
09 PESCADOR E VIOLEIRO (LUIZ FERNANDO)
10 PAIXÃO VIRTUAL (LUIZ FERNANDO/JOÃO PINHEIRO)
11 CAMINHOS DIFERENTES (JOSÉ FORTUNA)
12 NOS GALHOS DOS PINHEIRAIS (REI DA MATA)
13 CANÇÃO DO SOLDADO (CARREIRINHO)

DOWNLOAD

http://gentedeminhaterra.blogspot.com

Crédito: Tunico da Viola

Na foto abaixo, da esquerda prá direita, Ricardinho, Luiz Fernando, Luiz Faria e Alex Marli Dias (Filha de Tião Carreiro), por ocasião do lançamento do segundo CD de Poemas de autoria de José Caetano Erba, Declamados por Kleber Oliveira, na Churrascaria Tião Carreiro, na Avenida Rio Branco Nº 694, no Centro de São Paulo-SP, no dia 26/03/2008:

clip_image001

Fonte: http://www.boamusicaricardinho.com

Contato para shows e venda de CDs:
(11) 4029-1270
e-mail: luizfernandoejoaopinheiro@yahoo.com.br

segunda-feira, 1 de março de 2010

IV Festa do Milho de Brotas

[Show+Sertanejo+2010.jpg]

Festa do Milho de Brotas/SP, 21 de março – Domingo, no Campo do CAB de Brotas/SP, a partir das 9:00 hs da manhã Apresentação: Valdir Sgorlon - Entrada Franca - Show Sertanejo com a presença das Duplas:

  1. Mococa e Paraíso
  2. Leyde e Laura
  3. Belmonte e Amaraí
  4. Zéca e Zico Filho
  5. Abel e Caim
  6. Chanceller e Montenegro
  7. Muniz Teixeira e Joãozinho
  8. Guatupê e Guaratuba
  9. Valderi e Jannel
  10. João Carlos e Maurício
  11. Luiz Fernando e João Pinheiro
  12. Paulo Cruz e Zé Eduardo
  13. Grupo Catíra Brasil
  14. Zé do Cedro e Tião do Pinho
  15. Galvão e Galatti
  16. Márcio e Alexandre
  17. Pagnelli e Rosângela
  18. Vágner Violeiro e Zé Carvalho
  19. Toninho e Novo Horizonte
  20. Hélcio e Helinho
  21. Sérgio Augusto e Juliany
  22. Tião, David e João
  23. João Pedro e Daniel
  24. Pedro e Mau
  25. Fabiana Robes

Saudade Sertaneja – Volume 10

Junta-de-guia-carro-de-boi

Foto: http://www.ctcriopreto.com.br

  1. A Cigana (Raul Torres e Serrinha)  Raul Torres e Serrinha (1937)
  2. As Três da Manhã (Antenógenes Silva)  Antenógenes Silva (1939)
  3. Bigode Raspado (Cornélio Pires) Mariano e Caçula (1930)
  4. Caninha Verde (Raul Torres e G. Machado) Raul Torres, Lázaro e Machado (1931)
  5. Catirina (Versos do Folclore, Música de João Pernambuco) Jararaca e Zezinho (1930)
  6. Coqueiro Véio (Flauzino e Florêncio) Flauzino e Florêncio (1939)
  7. Em Redor do Mundo (Capitão Furtado) Irmãos Laureano, com fala de Capitão Furtado (1932)
  8. Embrulhão das Moças (Sorocabinha) Mandy e Sorocabinha (1930)
  9. Eu e Você (Mariano e Cobrinha) Mariano e Cobrinha (1939)
  10. Eu Vou Chorar (Xerém e Bentinho) Xerém e Bentinho (1939)
  11. Festa da Bicharada (Raul Torres) Raul Torres e João Pacífico (1937)
  12. Gavião Carijó (Sorocabinha) Mandi e Sorocabinha (1937)
  13. O Divórcio Vem Aí (Alvarenga e Ranchinho) Alvarenga e Ranchinho (1939)
  14. Obrigação de Sumana (Flauzino e Florêncio) Flauzino e Florêncio (1939)
  15. Piracicaba (Newton de Almeida Mello) Mariano, Cobrinha e José Rieli (1939)
  16. Poeta do Sertão (Catulo da Paixão Cearense) Paraguassu (1932)
  17. Sabiá (Nhá Zefa) - Nhá Zefa (1940)
  18. Saudade do Rio Pardo (Raul Torres) Raul Torres e Arthur Santana ''Azulão'' (1º Gravação de R.Torres)
DOWNLOAD

Naipi e Tarobá

capa

verso

  1. Estrada de Chão (Aurelio Miranda)
  2. Preço da Vida (Aurelio Miranda)
  3. Paixão Danada (Paulo Cesar Giordani)
  4. Cavalo Appaloosa (Argeu Silveira Rodrigues)
  5. Me Ame (Timbaúva)
  6. Carreador (Pedro Ornelas)
  7. Estrelinha Matutina (Darci Silva)
  8. Malandro da Praça (Pedro Ornelas)
  9. Trem da lembrança (Pedro Ornelas)
  10. Sem ti nao sei viver (Timbauba e Milongueiro)
  11. Virus do Amor (Valentin)
  12. Minha Homenagem (Argeu Silveira Rodrigues)

DOWNLOAD

CRÉDITO: Walter (Mocotó) Santo André/SP