Fotos recolhidas da net

Play Rádio saudade

Web Rádio "Saudade Sertaneja"
Cidade de Bauru, Estado de São Paulo, Brasil
Transmirindo:
Data: ,
Horário de Brasília

Domingos, das 08h00 às 12h00, "SAUDADE SERTANEJA" com Tião Camargo, em cadeia com a CANAL MAIS FM de Bauru

Seguidores

terça-feira, 19 de outubro de 2010

José Hamilton Ribeiro “A música caipira é um tesouro cultural”

Fonte: www.almanaquebrasil.com.br    - junho de 2007

Para falar das caipirices do País, convidamos o mais importante dos nossos repórteres. Aos 70 anos, Zé Hamilton continua à toda. Além de nos trazer achados do campo no Globo Rural, do qual é repórter há 26 anos, lançou recentemente o livro Música Caipira - As 270 maiores modas de todos os tempos. Figura ímpar, este vencedor de sete prêmios Esso é pessoa simples. E espirituosíssima. Faz piada até com o trágico acidente que lhe amputou a perna: “Mais difícil do que ser repórter com uma perna só é ser repórter com quatro”.


O que é ser jornalista?

Segundo a lei atual, jornalista é quem fez escola de Comunicação. Para mim, jornalista tem que ter qualquer diploma de nível superior. É preferível que tenha quatro anos de universidade, por pior que ela seja, do que ser analfabeto. Tem que estar preparado. É uma profissão delicada, envolve política, liberdade de expressão.

Do que precisa um jornalista para ser bom?

Vocação, como em qualquer outra profissão. As escolas de Jornalismo de hoje é que não são boas. Mas, se for para fechar as escolas ruins, deve-se começar pelas de Medicina, depois as de Engenharia e por fim as boates, que são as faculdades de Direito. Eu mesmo fiz Direito numa cidade a 500 quilômetros daqui sem ter ido a nenhuma aula. E ainda fui o orador da turma!

Ainda lhe fazem muitas perguntas sobre a cobertura da Guerra do Vietnã?
Em Santa Catarina, fui convidado para fazer uma palestra em uma reunião anual de amputados. Não sabia o que falar, então contei que, depois do acidente, fui para o hospital. Uma das enfermeiras simpatizou comigo, passava a mão no meu cabelo, me consolava. Lá pelo terceiro dia, comecei a ter ereções permanentes. Ficava pensando no meu constrangimento se ela esbarrasse naquilo quando fosse me tomar a temperatura. Eu morreria de vergonha. Contei a situação para o médico. Ele explicou que, por eu ter perdido a perna, estava tendo uma reação comum, momentânea. A cabeça demora a entender a perda e continua jogando sangue lá pra baixo. “Então, doutor, me dê o seu cartão, porque daqui a 50 anos, coisas da idade, talvez eu precise que o senhor me arranque a outra…”

Fiz Direito numa cidade a 500 quilômetros daqui sem ter ido a nenhuma aula. E ainda fui orador da turma!

Há quanto tempo você está no Globo Rural?

O programa tem 27 anos. Estou lá há 26. Era diretor de um jornal de Campinas quando fui para a Globo. Achava que estava arrasando. Um dia, a Ponte Preta veio jogar em São Paulo. Depois do jogo, fui ao vestiário, onde, no meio daquele monte de jogador pelado, encontrei Conceição, torcedora-símbolo da Ponte. Assim que ela me viu, abriu aquele sorriso: “Mas doutor Hamilton, o senhor trabalhava num jornal tão bom em Campinas, e agora está fazendo um programa de tomate?!”. Que figura… O Globo Rural é um dos maiores telejornais do Brasil. O ibope fica entre 14 e 15 pontos. E isso na cidade de São Paulo - tem cidade do interior em que a audiência é muito maior. É um telejornal voltado para o homem do campo, não fica só nos detalhes técnicos. Fala do jeito que o homem do campo vive, da sua música, sua dança, sua comida, seu lazer, e até das suas patifarias.

Continuar lendo…

Um comentário:

  1. JOSE HAMILTON GRANDE CIDADÃO DE SANTA ROSA DE VITERBO GRANDE ADMIRAÇÃO POR ESTE CIDADÃO

    ResponderExcluir