Fotos recolhidas da net

Seguidores

Play Novo

Web Rádio "SAUDADE SERTANEJA, transmitindo de Bauru/SP, Sob Direção Geral de Tião Camargo

domingo, 30 de outubro de 2011

Osmano teve morte incefálica

osmano-manito-meu-serta

MÉDICOS DECLARAM MORTE ENCEFÁLICA DO CANTOR OSMANO

Osmano primeira voz da famosa dupla sertaneja de Patos de Minas. Osmano está internado no Hospital São Lucas em estado grave. Na manhã de hoje, a família recebeu a comunicação oficial dos médicos do diagnóstico de morte encefálica, quadro irreversível. O cantor respira com a ajuda de aparelhos e continua internado na UTI.

Osmano

Reportagem: Milene Mesquita
Imagens: Itamar Castro
Edição: Daniel Marques

Falei, há alguns minutos, com um dos sobrinhos de Osmano, filho do Manito, que me confirmou que o tio continua internado, mas, segundo os médicos, o estado dele é irreversívels.

Nós do Saudade Sertaneja, lamentamos e enviamos nosso conforto a toda a família, amigos e fãs de Osmano e Osmanito.

Tião Camargo

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Darlan e Souza Reis (Divulgação)

Darlan e Souza Reis 01-01

Darlan e Souza Reis 01-02

Darlan e Souza Reis 02-01

Darlan e Souza Reis 02-02

Darlan e Souza Reis 03-01

Darlan e Souza Reis 03-02

Saudade Sertaneja (Volume 26)

piratininga18

Estação do trem da minha querida Piratininga/SP, minha cidade natal, em 1918

piratininga762

Acervo Ricardo Frontera

O último trem em Piratininga, em maio de 1976. O responsável por esse crime foi o senhor Paulo Egídio Martins, desgovernador do Estado de São Paulo na época, eleito indiretamente durante o governo de Ernesto Geisel.

piratininga091

A estação em 27/12/2009. Foto Adriano Martins

Saiba mais…

  1. Ao Romper do Dia (Zé Bernardes e Osvaldinho) Dupla Campeira (1959)

  2. Brasília (Pacheco Silva e Sanica) Caxangá e Sanica (1960)

  3. Buquê de Rosas (Bolinha) Gauchinho e Biazinho (1962)

  4. Capital Das Alterosas (Charanga - Chará) Charanga e Chará (1962)

  5. Ciganinha (Rubens Witzel) Ipanerma e Merinho (1959)

  6. Deixe a Rosa no Galho (Ingazeiro e Lourival dos Santos) Ingazeiro e Canoeiro (1959)

  7. Dois Ladrões (Carreirinho) Carreirinho e Zé do Carro (1963)

  8. Feliz longe de ti (Maria Tereza e Milton Cristofani) Irmãs Maria (1962)

  9. Fracassado (Tonhão-Serra Grande) Irmãos Andrade (1963)

  10. Lua na Roça (Elpídio dos Santos e Padua Muniz) Duo Brasil Moreno (1955)

  11. Maria Ciumenta (Bolinha e Tião Carreiro) Irmãos Souza e Caçula (1957)

  12. Não Vivo Sem Teu Amor (Nizio) Irmãs Souza (1962

  13. O Carreiro (Bolinha) Irmão Alves (1962)

  14. Pecado Loiro (Zacarias Mourão e Goiá) Duo Estrela Dalva (1960)

  15. Perfume do Meu Bem (Jeca Mineiro e Zé do Rancho) Duo Irmãos Vieira (1959)

  16. Saudades de Minas (Machado e Machadinho) Machado e Machadinho 1960

  17. Saudades de Minha Terra (Cravo e Zulu) Cravo e Cravinho (1961) Cateretê

  18. Taça do Desejo (Antonio Zampieri e Flávio T. Kato) Duo Rancheiro (1961)


DOWNLOAD

domingo, 9 de outubro de 2011

Sulino e Marrueiro (1962) Rei da Invernada

Este LP foi lançado pela gravadora chantecler em 1962 com 14 faixas. Em 1974 a chantecler relançou novamente pelo selo sertanejo mas sem as faixas "Georgina" e "A Marca da Inocência" Este LP é o de 1974 mas com as 14 faixas originais.

Rodrigo Sinhoreti/Campinas/Bauru

FRENTE_-_REI_DA_INVERNADA VERSO_-_REI_DA_INVERNADA
  1. Moça Namoradeira - Teddy Vieira/Sulino
  2. Resposta da Carta - José Fortuna/Sulino
  3. Georgina - Teddy Vieira/Sulino/Moacyr dos Santos
  4. Pagode do Casamento – Sulino/Moacyr dos Santos
  5. A volta do Curumbá - Sulino/Ado Benatti
  6. A marca da Inocência - Sulino/Moacyr dos Santos
  7. Loirinha - Sulino/Marrueiro
  8. Campeão do Pealo - Sebastião Victor/Walter Amaral
  9. Velho Peão - Teddy Vieira/Sulino
  10. Boi Fumaça - Sulino/Moacyr dos Santos
  11. Marca do Berrante - Teddy Vieira/Lauripes Pedroso/Ado Benatti
  12. Rei da Invernada - Teddy Vieira/Sulino
  13. Laço Justiceiro - Sulino/Marrueiro
  14. Punhal da sSaudade - Sulino/Moacyr dos Santos

DOWNLOAD

Gentileza de nosso amigo e colaborador Rodrigo Sinhoreti da Cidade de Campinas

Nota de falecimento

Faleceu ontem, ás 6h00, no hospital em Campinas, onde estava internado com problemas cardíaco, o Dorinho, do grande e saudoso Trio Nenete, Dorinho e Nardeli.

Isidoro Cunha, o Dorinho (apelido carinhoso que ele tem desde a infância), nasceu em Bernardino de Campos-SP no dia 09/07/1933 (algumas biografias mencionam Piraju-SP como a cidade-natal de Dorinho, mas na verdade, Piraju-SP é a cidade onde ele foi registrado, no dia 18/10/1933).

Estreou como Músico no ano de 1949 na Rádio Difusora de Ourinhos-SP, cantando no "Trio Bernardinense".

E, no ano de 1950, Dorinho se mudou para a Capital Paulista, tendo formado a dupla "Doro e Dorinho", a qual se apresentou durante algum tempo no programa "Mutirão do Sumaré", comandado pela dupla Brinquinho e Brioso.

A dupla "Doro e Dorinho" também foi vencedora de um concurso na Rádio Record de São Paulo-SP.

dorinhoviolao27032008 Na foto acima, Dorinho com seu Violão, na sua residência em Campinas-SP no dia 27/03/2008.

E foi no ano de 1954 que Dorinho, participando do Concurso de Violeiros do IV Centenário da Cidade de São Paulo-SP, conheceu Nenete e com ele formou a célebre Dupla Caipira "Nenete e Dorinho", que gravou o primeiro disco em 1958, com o tango "Meu Perdão" (Braz Hernandez - Zilo), e a rancheira "Teu Castigo" (Ventura Romero - Valdomiro Bariani Ortêncio). Nenete participava da Mesa do Juri nesse Festival.

Fontes: www.boamusicaricardinho.com e http://www.recantocaipira.com.br/nenete_dorinho.html

rc11[3] Na foto acima, Nenete, Dorinho e Nardeli, capa da Revista Sertaneja, fevereiro de 1959.

Maracá, Dorinho e Nardeli, 1971

LP de Biá e Dorinho, 1978