Fotos recolhidas da net

Seguidores

Play Novo

Web Rádio "SAUDADE SERTANEJA, transmitindo de Bauru/SP, Sob Direção Geral de Tião Camargo

domingo, 30 de maio de 2010

Irmãs Freitas

Ana Lúcia e Luciana são os nomes artísticos escolhidos pelas irmãs Alice de Freitas Machado (nascida em Taquaral–GO, no dia 11 de novembro de 1961) e Ilda de Freitas Machado (nascida também em Taquaral–GO, no dia 24 de fevereiro de 1958).

Filhas de João de Freitas Machado e Maria José Pereira: uma família humilde e numerosa, composta por mais 10 irmãos, e que tiveram suas infâncias bastante ocupadas com o trabalho na lavoura, trabalho esse bastante pesado e exercido desde os 6 anos de idade, mas que não as impediu de desenvolver o gosto musical nem de participar das festas de Folias de Reis!

Irmãs de André e Andrade, Alice e Ilda iniciaram a carreira musical no ano de 1976, cantando em circos e festas no estado de Goiás, com apenas 15 e 18 anos de idade, respectivamente. Começaram na raça contra a vontade dos pais, que depois mudaram de opinião. Estrearam como profissionais cantando no Circo Pingo de Ouro em Caldazinha/GO.

Dois anos depois, em 1978, as Irmãs Freitas gravaram seu primeiro disco, pela Gravadora RDG (RDG-2035), com destaque para a música "Canoeira da Araguaia" (Albertino Soares, André e Andrade), cujo sucesso proporcionou à jovem dupla a contratação pela gravadora Chantecler, na qual elas gravaram os LP's seguintes. Foram contratadas também pela Rádio Record de São Paulo para integrarem o elenco do famoso programa sertanejo da época "Linha Sertaneja Classe A" apresentado por José Russo, onde atuaram por alguns anos.

Foi a partir dessa época que as Irmãs Freitas passaram a gravar e se apresentar em companhia do saudoso sanfoneiro Voninho (Ivone Ferreira Dias, o Voninho, natural de Jataí-GO), que enfeitava os arranjos e valorizava suas apresentações.

Além de atuar como acordeonista, Voninho também foi uma espécie de "empresário" das Irmãs Freitas, marcando shows, escolhendo o repertório, e às vezes até "atuando como guarda-costas".

Voninho havia iniciado sua carreira artística em 1963 em Jataí-GO, sua cidade-natal, tendo logo se entrosado no meio musical, com o apoio dos radialistas Jerônimo Gonçalves Assis, Edgard de Souza e José Béttio.

Consideradas como sendo "As Musas da Música Caipira", com um repertório selecionado, além de irradiar beleza e simpatia, as Irmãs Freitas fizeram e ainda fazem bastante sucesso em todo o país.

O jeito de cantar no estilo goiano, proporcionou às Irmãs Freitas uma característica muito especial que serviu para projetá-las no meio artístico musical.

Seus irmãos André e Andrade, também ajudaram bastante no início da carreira das Irmãs Freitas, passando-lhes a experiência e tendo sido responsáveis pelo lançamento da dupla. O pai (João de Freitas Machado), apesar de ter sido, de início, contra a carreira musical das filhas, acabou também sendo um grande incentivador, além de ter sido um dos compositores de seu repertório desde o primeiro LP.

Após algum tempo sem gravar, as Irmãs Freitas retornaram aos palcos com nova formação: Luciana (mãe) e sua filha Ouriana, e estão lançando agora o 14º trabalho da dupla, com destaque para a música "O Endereço Dele".

CONTATOS PARA SHOWS:
FONE: (62) 3259-5257
E-mail: irmasfreitas@hotmail.com

Texto: Sandra Cristina Peripato

Tonico e Tinoco com suas modinhas sertanejas (1958)

Primeiro LP da Dupla – Album  Continental, LPP 3.019

Tonico e Tinoco - Com Suas Modas Sertanejas(af)

As músicas estão em ordem alfabética

  1. Adeus Morena, Adeus (Piraci - Luiz Alex)
  2. Aparecida do Norte (Tonico - Anacleto Rosas Jr.)
  3. Cabocla (Tonico – Tinoco)
  4. Cana Verde(Tonico - Tinoco)
  5. Chico Mineiro (Tonico - Francisco Ribeiro)
  6. Eu e a Lua (Tonico - Tinoco)
  7. Princesa (Tonico - Pedro Capeche)
  8. Pé de Ipê (Tonico)
  9. Rio Grande (B. Santos)
  10. Saudade de Matão (Jorge Galati - Raul Torres)
  11. Saudades de Ouro Preto (Antenógenes Silva e Alvarenga)
  12. Tristeza do Jeca (Angelino de Oliveira)
DOWNLOAD

CRÈTIDO: Ademar Afonso

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Os Brilhantes do Brasil (1983) Volume 02

Os Brilhantes do Brasil - Capa

Os Brilhantes do Brasil - Contracapa

  1. Del Rey (Adílio, Comendador Fiolo e Matãozinho)
  2. Mulher é Comigo Mesmo (Teodoro)
  3. Canção Para Jesus (Adílio, Adálio e Edvaldo)
  4. Carta Compreendida (Palha Rocha)
  5. Mercedita (Ramon Sixto Rios, Vs. Belmonte)
  6. Obejto Sem Valor (Nove)
  7. Cobertor de Orelha (Adílio, Adálio e Edvaldo)
  8. Nossa Noite Mais Bela da Vida (Adílio, Adálio e Edvaldo)
  9. Meu Sentimento (Laércio Fabrício)
  10. Mágoa de Carreiro (Liu, Léu e Adílio)
  11. De Braços Abertos Esperarei (Adílio)
  12. Coração Sejas Carrasco (Adílio, Adálio e Edvaldo)
CRÈDITO: Carlos Ferlin, Maringá/PR

DOWNLOAD

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Boiada no Estradão (Travessia Rio Braço do Norte/MT)

Que Saudade!!!

Estouro de Boiada “Travessia do Arino”

Achei na Net

Zé Fortuna e Pitangueira (1980)

Zé Fortuna e Pitangueira (1980)

Ultimo disco gravado por Zé Fortuna e Pitangueira

Obrigado ao meu amigo ademar afonso que nos enviou a foto da capa.

Nasceu em Itápolis-SP em 02/10/1923 (alguns biógrafos citam como 1917 o ano de nascimento de José Fortuna) e faleceu em São Paulo no dia 10/11/1983. Já compunha desde criança, quando acompanhava seu pai na lavoura e escrevia versos com um pedaço de madeira no chão de terra.

Considerado por muitos estudiosos como um dos melhores letristas da nossa Boa Música Brasileira, José Fortuna também era o compositor preferido de Cascatinha. Sua primeira composição "Moda das Flores" (em parceria com Raul Torres) foi gravada em 1944 pelos "Três Batutas do Sertão", ( Raul Torres, Florêncio e Rielli). 

Em 1947 formou juntamente com seu irmão Euclides Fortuna (também de Itápolis, nascido em 1928) a famosa dupla "Zé Fortuna e Pitangueira". Mudaram-se para São Paulo no mesmo ano e, em 1948, já cantavam na Rádio Record. A partir de 1950 a dupla deu início a uma longa e brilhante carreira de sucesso sendo que ao mesmo tempo José Fortuna se destacava como compositor e versionista através de Guarânias, Toadas e Valseados.

E foi em 1952, que a dupla Cascatinha e Inhana lançou um disco 78 RPM contendo dois dos maiores sucessos de sua carreira, tendo vendido na época mais de 1 milhão de cópias: Duas famosíssimas Guarânias Paraguaias com versão em português de José Fortuna: "Índia" (Jose Assuncion Flores - Ortiz Guerrero - Versão: José Fortuna) e "Meu Primeiro Amor (Lejania)" (Herminio Gimenez - Versão: José Fortuna - Pinheirinho Junior). Popularizado esse gênero no Brasil, intensificou-se o intercâmbio musical com o Paraguai.

Outras versões de sua autoria e que fizeram sucesso na voz de Cascatinha e Inhana foram "Anahy" (J. D. S. Cordero - Versão: José Fortuna) e "Solidão" (Eládio Martinez - Jose Assuncion Flores - M. Cardozo - Versão: José Fortuna).

Em 1960, recebeu do então Presidente da República, Juscelino Kubitscheck de Oliveira, um cartão de Congratulação e Mérito pela composição de "Sob o Céu de Brasília", executada quando da inauguração da Nova Capital, sendo então considerada como o Hino Inaugural de Brasília (não confundir com o Hino "Brasília Capital da Esperança" (Ariowaldo Pires e E. Simão Neto).

Biografia completa de José Fortuna e Pitangueira em: Boa Música Ricardinho

  1. A Moça De Carro de Boi (Carlos Cesar-Zé Fortuna)
  2. Esteio de Aroeira (Zé Fortuna)
  3. Estrada de Chão (Aurelio Miranda)
  4. A Porteira (Carlos Cesar-Zé Fortuna-Osvaldo Bettio)
  5. Pecado de Amor (Zé Fortuna)
  6. Virgem Morena do Rio Paraiba (C. Cesar-Zé Fortuna)
  7. Voltando (Carlos Cesar-Zé Fortuna)
  8. Berrante de Ouro (Carlos Cesar-Zé Fortuna)
  9. Cante Comigo (Carlos Cesar-Zé Fortuna)
  10. Toadas da Saudade - Pout Porry
  11. Chuva na Serra (Carlos Cesar-Zé Fortuna)
  12. Que Falta Que Eu Sinto (Carlos Cesar-Zé Fortuna)

DOWNLOAD

Rádio Clube da Viola de Bauru, O Som da Verdadeira Música Sertaneja

radio 04

A Rádio Clube da Viola de Bauru, a rádio do nosso blog, está no ar através do site www.saudadesertaneja.com.br. Ainda estamos operando em caráter de teste, mas no próximo domingo, estaremos ao vivo, as 80:00 às 12:00, com o programa “Saudade Sertaneja”. Você poderá participar pelos telefones (14) 3234-3195, (14) 9748-6106; também deixando seu recado ou fazendo pedido musical no próprio site. Para falar conosco durante a programação através do hotmail bastar adicionar em seu msn o email: clubedavioladebauru@hotmail.com

Clique na figura ACIMA ou AQUI para ouvir a Rádio Clube da Viola de Bauru.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Levi Ramiro

Esse excelente Violeiro e Compositor nasceu em Uru-SP, na região de Bauru-SP. Além de dedilhar com maestria o tradicional instrumento musical caipira raiz, Levi Ramiro também é Luthier: fabrica Violas, Violões, Rabecas e diversos instrumentos musicais por ele inventados, utilizando técnicas e materiais inovadores.
Levi Ramiro é também amante da Cultura Regional Brasileira, das coisas de Nossa Terra e Nossa Gente, das prosas, das Rodas de Viola, da Boa Música Brasileira, das pescarias, da culinária, da natureza e também da nossa riquíssima e maravilhosa Cultura Caipira.
Seu primeiro instrumento, o Violão, Levi herdou do pai. Herdou também a habilidade com as ferramentas e, com elas, a aptidão na arte da confecção de instrumentos musicais de cordas: Violas Caipiras, Violões e Rabecas. E da mãe, Levi herdou o gosto pela Poesia e pela Boa Música.

A partir de 1995, Levi descobriu na Viola Caipira a fonte de inspiração que enriquece a sua produção artística, tanto no toque como também na fabricação do tradicional instrumento musical. Retornou por esse motivo à sua região, residindo atualmente numa tranqüila casa próxima a Pirajuí-SP, onde também montou o seu ateliê.
Levi emprega madeiras obtidas de batentes de janelas velhas, visto que, de acordo com suas próprias palavras "...o tal batente, além de ser duro e forte, já entortou e empenou o que tinha que empenar..."

Tudo o que Levi acha que seja de "Madeira de Lei" vira fonte de matéria-prima para a fabricação das Violas. Levi não usa ferramentas sofisticadas; apenas uma furadeira elétrica e formões, para "esculpir" suas Violas de 10 cordas, e também a Viola de Arco - conhecida como "Rabeca", que é freqüentemente confundida com o Violino.

Biografia e História de Levi Ramiro em:

Boa Música Ricardinho

Contato com Levi Ramiro:
(14) 3572-3334
(14) 9702-1781
e-mails:
violasertaneja@uol.com.br
leviramiro@hotmail.com

terça-feira, 18 de maio de 2010

Trio Gaúcho (Volune 01)

Trio GauchoTrio Gaucho - Contracapa

  1. Prá Que Trabaiá (Messias Garcia) 1956
  2. Longa Viagem (Trio Gaúcho) - Zulmiro, Gauchito e Rielinho -Fala de de Inezita Barroso
Um grande abraço e muito obrigado ao meu amigo Claudemir de Bauru, meu amigo, seguidor do nosso blog, um grande admirador e colecionador de Música Sertaneja, que nos enviou as fotos da capa e contracapa CD do Trio Gaúcho. Assim, resolvemos postar as 26 músicas e mais duas músicas extras que não saíram neste lançamento. Uma delas “Longa Viagem” não temos a data da gravação e tem no início a fala de Inezita Barroso.

O grande e saudoso Trio Gaúcho era formado pelo Zulmiro, Gauchito (Irmão do Biá) e Helena Maria.

Curiosamente, nenhum de seus componentes era gaúcho. Zulmiro, participou do Trio Mineiro em sua primeira formação, foi o líder e criador do trio. Zulmiro ficou conhecido como uma figura folclórica e também reconhecido como um bom compositor, morreu prematuramente. Gauchito era irmão de Biá, que formou a famosa dupla Palmeira e Biá.

Fizeram parte do elenco sertanejo da Rádio Cultura de São Paulo. Eram considerados como "O reis da bilheteria", pois seus shows em circos estavam sempre lotados. Chegavam a fazer três sessões de circo por dia. Com a morte de Gauchito, seu lugar no trio foi ocupado por Mirinho, irmão de Zulmiro.

Em 1951, gravaram de autoria de Zulmiro, a rancheira "Muié do Tião", o xote "A volta de Mariana", e a moda campeira "Boiadeiro Gaúcho". Em 1952, gravaram o baião "Cabocla bonita", de Raul Torres e Sebastião Teixeira, a rancheira "Adeus, gaúcha", de Rielinho, e a moda campeira "Ponteio", de Anacleto Rosas Jr. e Patativa. Em 1953, gravaram, de Rielinho e Mirinho, o xote "Missões", e o arrasta-pé, "Festa no Rio Grande", de Rielinho e Elena Maria.

Em 1954, gravaram o rasqueado "Brasil Famoso", de Zulmiro e a valsa "Não choro mais", de Zulmiro, e Mirinho. Registraram diversas composições alusivas ao Rio Grande do Sul e sua cultura, incluindo rancheiras, valsas, xotes, baião, rasqueado e outros ritmos regionais. Continuaram a realizar gravações até os anos 70 quando realizaram a gravação pela Tropicana, do disco "Famoso", por volta de 1978.

Fonte: Dicionário Cravo Albin

BAIXAR

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Goiano e Paranaense (1994) Volume 02

  1. A viola e a saudade - Goiano
  2. Marcas de um amor - Goiano
  3. Grito de liberdade - Goiano/Donizete Santos
  4. Colar de paixões - Donizete Santos
  5. Renascer - Goiano/Paulo Pontes/Pinochio
  6. No mesmo barco - Goiano/Adelcio Araujo
  7. O doutor e o caipira - Goiano/Geraldinho
  8. Voltei porque te amo - Paranaense/G. Gomes
  9. Mistérios do amor - Goiano/Dorvalino Francisco
  10. Amor amigo - Goiano/Donizete Santos
  11. O caipira lavrador - Goiano/Valdemar Reis
  12. Pintando o sete - Carlos Randall
DOWNLOAD

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Goiano e Paranaense (Volume 01) 1988

Valdomiro Neres Ferreira (o Goiano) e João Roberto Alonso (o Paranaense) formam uma jovem e excelente Dupla que, apesar de ter se formado na década de 1980, é autêntica e defende "com unhas e dentes" o Estilo Caipira Raiz.

João Roberto Alonso (o Paranaense) nasceu em Londrina-PR no dia 10/04/1959 e, com apenas 2 meses de idade seguiu para o Interior Paulista, na região de São José do Rio Preto-SP, onde reside até hoje.

Nascido em Sítio de Abadia, próximo a Goiânia-GO, no dia 11/05/1960, Valdomiro formou inicialmente com o Violeiro Valdo de Souza (também conhecido como Valdo Viola) a dupla "Neres e Nerci", dupla essa que durou de 1978 até 1980.

Nerci (o Valdo) resolveu então tentar a sorte na Capital Paulista. Oito meses depois, porém, Valdomiro o chamou de volta a Goiânia-GO e os dois voltaram a cantar em dupla, a qual teve o nome mudado para "Neres e Nerinho".

Biografia completa de Goiano e Paranaense:

http://www.boamusicaricardinho.com/goianoeparanaense_75.html

“Essa é nossa homenagem ao Goiano que dia 11 passado completou 50 anos de vida”.

Parabéns, Goiano!

  1. O sequestro - Donizete/Romeu Wandscheer/Tião Carreiro
  2. Anjo pecador - Romeu Wandscheer
  3. Meus erros - Edimilson Corrêia/Amaraí
  4. Lágrimas de pai - Léo Canhoto
  5. Caminho certo - Antonio Marciano de Souza
  6. Filho de caboclo - A. Hungaro/Goiano/Toni Viola
  7. Princesa - Romeu Wandscheer
  8. Pai Francisco - Goiano
  9. Brinquedo quebrado - Joel Marques
  10. Pagode na poesia – D. de Oliveira/L. dos Santos/Paranaense
  11. Traição - Romeu Wandscheer
  12. Força esquecida - Menino Celes

DOWNLOAD

quinta-feira, 13 de maio de 2010

domingo, 9 de maio de 2010

Tião do Mato e Caçador (Volume 01)

tiaodomato_cacador1A Grande Surpresa

Achei esta dupla bastante interessante e gostaria que as pessoas donas dos Links me enviassem a biografia deles para que púdessemos divulgá-los melhor e postar aqui no blog.

  1. Nosso Agradecimento (Aldoeny Freitas) - Pagode
  2. Nos Braços Dela (Aldoeny Freitas) - Cururu
  3. Violeiro Triste (João Lima) - Toada
  4. É Custoso (Aldoeny Freitas) - Pagode
  5. Não Quero Saber (Aldoeny Freitas) - Querumana
  6. Triste Destino (João Lima) - Toada
  7. Homem De Bar (João Lima) - Guarania
  8. Pagode Novo (João Lima)
  9. O Custo De Uma Paixão (Feliz Benato) - Cururu
  10. Está Errado Meu Bem (Aldoeny Freitas) - Valsa
  11. Meu Docinho (Aldoeny Freitas) - Rasqueado
  12. Foi Um Sonho (Aldoeny Freitas) - Valsa
  13. Tudo Sai (João Lima) - Pagode
  14. A Moça Do Leilão (Aldoeny Freitas) - Cururu
  15. Criança Carente (João Lima) - Valsa
  16. A Grande Surpresa (Aldoeny Freitas) - Moda de Viola

Rapidshare…ou…Depositfiles…ou…Freakshare…ou…Uploading

Contato Para Shows: (54) 3025.4237 com Tião do Mato
Créditos: Leomar e Aldoeny Freitas

Tião do Mato e Caçador (volume 02)

tiaodomato_cacador2Disco Na Praça

  1. No Corte Da Chibata (Aldoeny Freitas) Pagode
  2. De Bar Em Bar (Zeneu Silva) Canção Rancheira
  3. Calma Coração (Aldoeny Freitas) Pagode
  4. Talento De Violeiro (Marcelo da Viola) Pagode
  5. Repertório Caipira (V. Valmóbida-Aldoeny Freitas) Rasqueado
  6. Disco Na Praça (Aldoeny Freitas) Pagode
  7. Paixão De Violeiro (Aldoeny Freitas) Chote
  8. Vira Que Vira (Aldoeny Freitas) Pagode
  9. Tudo Aumenta (Aldoeny Freitas) Querumana
  10. Tião do Mato Na Viola (Tião do Mato) Pagode
  11. Loira de Goiás (Aldoeny Freitas) Corrida
  12. Parabéns, Parabéns (Aldoeny Freitas) Valsa
  13. Eu E A Viola (Marcelo da Viola) Rasqueado
  14. Rainha Do Mundo (João Lima) Pagode
  15. Menina (Aldoeny Freitas) Rasqueado
  16. Asas De Cera (Aldoeny Freitas) Cateretê
  17. Quem Perde Perde (Aldoeny Freitas) Pagode
  18. Nosso Trabalho (Feliz Benato) Batidão
  19. Exemplo De Vida (Aldoeny Freitas) Moda de Viola

Rapidshare…ou…Depositfiles…ou…Freakshare…ou…Uploading
Créditos: Leomar e Aldoeny Freitas

Tião do Mato e Caçador (Volume 03)

tiaodomato_cacador3

Oitava Maravilha
  1. Oitava Maravilha (Cabeleira-Tião do Mato) Pagode
  2. Mudança Fatal (Aldoeny Freitas-Tião do Mato) Cururú
  3. Ébrio Da Madrugada (A. Freitas-Tião do Mato) C. Rancheira
  4. Bandeira Do Sertão (Caçador) Cururú
  5. Pagode Real (João Varela)
  6. Pra Quem Curte Nossa Dupla (V. Valmórbida-T. do Mato) Chote
  7. Lembrando Minha Terra (Feliz Benato-Tião do Mato) Querumana
  8. Vida A Dois (Zeneu Silva) Arrasta Pé
  9. Corre Corre (Tião do Mato) Chibata
  10. Meu Doce Lar (Valmor Valmórbida-Tião do Mato) Cururú
  11. Morena Dos Olhos Tristes (João Varela) Cateretê
  12. Cachaça Com Alho (João Varela) Pagode
  13. Carro De Boi (Aldoeny Freitas-Tião do Mato) Pagode
  14. Única Culpada (Zeneu Silva) C. Rancheira
  15. Mágoa De Violeiro (Aldoeny Freitas) Querumana
  16. Mágoa De Cantador (A. Freitas-Vargas e Varela)Querumana
  17. Homenagem Aos Violeiros (A. Freitas-Vargas e Varela) Pagode

Rapidshare…ou…Depositfiles…ou…Freakshare…ou…Uploading
Créditos: Leomar e Aldoeny Freitas

Tião do Mato e Caçador (Volume 04)

tiaodomato_cacador4Na Força Do Peito

  1. Passado Que Não Volta (Feliz Benato-Tião do Mato) Recortado
  2. Na Força Do Peito (Feliz Benato- Tião do Mato) Querumana
  3. Beleza Da Natureza (Zeneu Silva) Cururú
  4. Voltamos Para Cantar (Tião do Mato) Pagode
  5. Rei Sem Trono (Caçador) Cururú
  6. Minha Enxada É A Viola (Aldoeny Freitas-Tião do Mato) Pagode
  7. Meu Coração Sertanejo (Aldoeny Freitas-Tião do Mato) Xote
  8. Mundo Moderno (João Varela) Cururú
  9. Nossa Padroeira (João Varela) Cururú
  10. Eu Também Sou Povão (Valmor Valmórbida-Tião do Mato)Pagode
  11. É Tarde Demais (Valmor Valmóbida-Tião do Mato) Rasqueado
  12. Minha Viola (Valmor Valmórbida- Tião do Mato) Querumana
  13. Espora De Galo (João de Freitas-Tião do Mato) Pagode
  14. Viola, Minha Viola (João de Freitas-Tião do Mato) Toada
  15. Poço De Sonhos (João de Freitas-Tião Do Mato) Cururú
  16. Meu Jeito (Tião do Mato) Rasqueado

Rapidshare…ou…Depositfiles…ou…Freakshare…ou…Uploading

Contato Para Shows: (54) 3025.4237 com Tião do Mato
Créditos: Leomar e Aldoeny Freitas

segunda-feira, 3 de maio de 2010

João Mineiro e Zé Goiás (1972)

clip_image002

clip_image002[4]
  1. Meu sertão (Nhô Crispin)
  2. Meu fracasso (Azevinho/João Mineiro)
  3. Sou teu palhaço (Zé Goiás/Orlando Victor)
  4. Sou teu seresteiro (Paladino/Riciere Faccioli)
  5. Livro de São Cipriano (Nhô Zé/Arlindo Rosa)
  6. Comigo é na moleza (João Mineiro/Zé Goiás)
  7. De amor também se morre (Eduardo Reche/Ribeirinho)
  8. Pirim pim pim (Arlindo Pinto)
  9. Cuidado com a Sebastiana (José Pereira Salle/Zé Goiás)
  10. Caipira é apelido (Zé Russo/Zé Goiás)
  11. Documento de caboclo (Zé Guaira)
  12. É sim (Moacir dos Santos)

DOWNLOAD

sábado, 1 de maio de 2010

Peão Carreiro e Zé Paulo (1989) Os Diplomatas

peao-e-ze-paulo-1989

  1. Encruzilhada - Peão Carreiro/Zé Paulo
  2. Seguindo seus passos - Peão Carreiro/Zé Paulo
  3. Coró cocó - Peão Carreiro/Zé Paulo
  4. Obra divina - Peão Carreiro/Zé Paulo
  5. Detalhes da vida - Peão Carreiro/Zé Paulo
  6. Coração congelado - Peão Carreiro/Zé Paulo
  7. Recado de amor - Peão Carreiro/Zé Paulo
  8. Doce ilusão - Peão Carreiro/Zé Paulo
  9. Quatro paredes - Peão Carreiro/Zé Paulo
  10. Passarinho prisioneiro - Peão Carreiro/Zé Paulo
  11. Mulher nota 10 - Joel Marques/Jotha Luiz
  12. Ciumento - Peão Carreiro/Zé Paulo
DOWNLOAD

CDEDITO: Lolo de Arealva/SP