Fotos recolhidas da net

Play Rádio saudade

Web Rádio "Saudade Sertaneja"
Transmitindo em  
De Bauru, Estado de São Paulo, Brasil
Hoje ,   Horário de Brasília:
Música atual:

Seguidores

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Juquinha e Junqueira (Mineiro Não Perde o Trem)

juquinha-e-junqueira-Mineir

01 - Mineiro não perde o trem - Silveira/Juquinha

02 - Nossos caminhos - Juquinha/Corrêa Neto

03 - O Punhal da Vingança - José Fortuna/Nino Silva

04 - Perto do coração - Raul Torres/João Pacífico

05 - Deixa a morena chorar - Piraci

06 - Voltei - Juquinha/Milagres

07 - Desprezo - Bié/Juquinha

08 - Paineira Velha - Pirassununga/Juquinha

09 - Chorei demais - Junqueira

10 - Traidor - Piraci/Jéca Mineiro

11 - Meu sofrimento - Paragauyta/Luiz Barreto

12 - Três recados - Nonô Basílio/Sebastião Victor


DOWNLOAD
CRÉDITO: Alessandra
Site Saudade da Minha Terra

5 comentários:

  1. Olá;
    Aviso que o Junqueira,também conhecido como Pirassununga(que fazia dupla com Piratininga)está vivinho,com 74 anos.
    Aliás,ele pode ser ouvido na Rádio Classe A 97.5 Mhzem fm,onde apresenta o melhor do canceioneiro sertanejo de raíz.
    Eu trabalho com ele...

    ResponderExcluir
  2. Ola;
    Oswaldo Dias,ou melhor o Junqueira e também conhecido como Pirassununga da dupla com Piratininga está vivinho,com 74 anos,e residindo na região do Ipiranga e apresentando um programa de música sertaneja de raíz na rádio Classe A 97,5 Mhz.

    ResponderExcluir
  3. Desculpe-me, mas acho que você está fazendo algum engano. Tivemos dois Junqueiras. O Junqueira que também foi o Pirassununga da dupla com o Piratininga é o Dino Franco "Osvaldo Franco" e mora em Rancharia. O Junqueira que trabalha com você deve ser o outro Junqueira, mas não foi o Pirassununga.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Estamos levantando informações e todo o material que o Junqueira que eu e muitos outors artistas sertanejos conhecemos,para tirara limpo esta história...
    Sou cinedocunmetarista e estou produzindo um documentário sobre o disco de vinil e goma-laca no Brasil e deparo com fatos como este a todo momento...
    A Indústria Fonográfica é repleta de um passado duvidoso.
    Mas à respeito do Junqueria,se o Senhor quiser,pode telefonar para ele e marcar uma visita na rádio dele e ver a documentação que ele possui(nada me pareceu ser algum tipo de fraude e os próprios moradores da região sabem o conhecem...).
    O telefone estou enviando via e-mail.
    Mas não divulgue no blog. Tire as usas próprias conclusões.

    ResponderExcluir
  5. Ops!!!
    Pode ser também que seja um engano meu ou então coincidência,mas já presenciei fatos parecidos.Mas,não acha um tanto curioso tal situação?

    ResponderExcluir