Fotos recolhidas da net

Play Rádio saudade

Web Rádio "Saudade Sertaneja"
Cidade de Bauru, Estado de São Paulo, Brasil
Transmirindo:
Data: ,
Horário de Brasília

Domingos, das 08h00 às 12h00, "SAUDADE SERTANEJA" com Tião Camargo, em cadeia com a CANAL MAIS FM de Bauru

Seguidores

domingo, 25 de setembro de 2011

Morreu Lurdes Castro das Irmãs Castro

Irmãs Castro

Lourdes Amaral Castro Cardoso, nascida aqui em Bauru em 1928, faleceu em Janiru/SP, onde foi sepultada em 30 de agosto de 2011, vítima de infarto agudo do miocárdio.

Lamentavelmente, somente hoje tomei conhechecimento desse triste fato; isso não poderia ter acontecido, principalmente por se tratar de uma celebridade nascida aqui na minha Bauru. Pior, não vi, não li, não ouvi nada sobre a morte da Lourdes em nenhum meio de comunicação daqui de Bauru. Fiquei sabendo do ocorrido há instantes, quando duas pessoas comentavam sobre a morte dela na Padaria Santa Tereza na Praça João Mendes, atrás da Praça da Sé em São Paulo, onde estou nesse momento, escrevendo esse triste texto. Imediatamente, corri ligar meu notebook para pesquisar sobre o assunto; infelizmente o que acabara de ouvir, era mesmo verdade: a Lourdes tinha mesmo morrido e eu não sabia. Em meu nome, em nome de todos bauruenses, peço perdão à Lourdes e mil desculpas aos seus fãs, amigos e familiares. Que Deus a tenha, querida…

Irmãs Castro, dupla sertaneja formada pelas irmãs Maria de Jesus Castro - Itapeva, SP-1926, e Lourdes Amaral Castro - Bauru, SP-1928.

Em 1938, Maria de Jesus e Lourdes Amaral participaram escondidas dos pais do concurso Descobrindo Astros do Futuro, em Bauru (SP). Venceram o concurso e continuaram a cantar músicas em inglês numa rádio local.

A carreira profissional da dupla teve início quando Nhô Pai as viu cantando e gostou do duo perfeito das vozes. Nhô Pai pediu então autorização aos pais de Maria de Jesus e Lourdes Amaral para ensiná-las o gênero sertanejo.

No início dos anos 1940, receberam convite para cantar no Rio de Janeiro. Devido à idade, tiveram que falsificar as certidões de nascimento para poder cantar em cassinos. Na Capital Federal cantaram nas Rádios Tupi, Globo, Mayrink Veiga. Em São Paulo atuaram nas rádios Cultura, Tupi e Bandeirantes.

Em 1944, gravaram seu primeiro disco, interpretando o corrido "Não me escrevas", de Gabriel Ruiz e Nhô Pai, e o rasqueado "Che cabu (Vem cá)", de Nhô Pai. No ano seguinte, gravaram novo disco contendo o valseado "Faz um ano", de F. Valdez Leal e Nhô Pai, e o corrido "Beijinho doce", de Nhô Pai, que se tornaria o maior sucesso da dupla e um dos clássicos da música sertaneja. Com o sucesso obtido com a gravação de "Beijinho doce", as Irmãs Castro tornaram-se estrelas. Seus discos começaram a vender em grandes quantidades.

Vejam a biografia completa das Irmãs Castro postada no blog Saudade Sertanejas em 30/07/2009.

 

João Alves dos Santos
28/3/1912 Paraguaçu Paulista, SP
12/3/1988 Paraguaçu Paulista,

Abaixo, Adelaide Chiozzo – que até recentemente particpou de novela na Globo – e Eliana em cenas do Filme “Aviso aos Navegantes”, em 1950, primeira gravação da imortal “Beijinho Doce”, Eta, saudade!

 

Dentro de bem pouco tempo, perdemos três grandes nomes dentres os mais famosos duos femininos da História da Música Sertaneja: a Geisa do Duo Irmãs Celeste; a Cida do Duo Ciriema e agora a Lourdes do Duo Irmãs Castro. Mas, para nós todas estarão sempre vivas, com grande sucesso como sempre o fizeram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário